sábado, 8 de janeiro de 2011

DESTINO

Vidas distintas
Caminhos cruzados
Um quadro sem tinta
Um papel amassado



Um dia normal
Um lugar singular
O encontro casual
A troca de olhar



A banda em comum
O suco derramado
Começo incomum
Destinos traçados

Uma página borrada
Outras em branco
Uma grande burrada
Uma dor que dói tanto

Um passado presente
Um corte profundo
Remorso latente
Uma volta do mundo



O olhar para frente
Soterrar o passado
Viver o presente
Caminhar lado a lado



Não foi você
Tampouco fui eu
O roteiro dessa história
O Destino que escreveu

Einstein Augusto

3 comentários: